"Você encontra milhares de pessoas e nenhuma delas te tocam, e então, você encontra uma pessoa, e a sua vida muda. Para sempre."
(Love & Other Drugs)

PROCURAR CAPÍTULO

quarta-feira, 20 de março de 2013

Capítulo 18: Me desculpe,e obrigada!


Capítulo Anterior:
E se algo acontecesse com Demi? Eu realmente,não sentia ódio dela. Não sei porque,mas não conseguia odia-la,sentir raiva dela. Se fosse qualquer outra pessoa que tivesse me dito,tudo que ela me disse,eu trataria como se fosse um verme.



#JoeOn
Estava realmente preocupado com a Demi. Ela estava totalmente pálida, pele gelada e a sua respiração parecia mais forçada do que nunca. A enfermeira estava cuidando dela, ela estava desacordada, eu continuava sentado na cadeira, que estava ao lado dela. Mandei uma sms pro Travis, avisando o que tinha acontecido, ele ficou preocupado e disse que queria vir aqui, mas eu disse pra ele continuar onde estava. Aposto que a Demi, não ia querer chamar atenção.
- Enfermeira: Bem, irei esperar que ela acorda, para poder conversar melhor com ela. Você pode continuar aqui com ela, se quiser. – Falou, se afastando. Apenas concordei com a cabeça.
Automaticamente meus olhos foram parar nos pulsos de Demi. O esquerdo estava coberto por pulseiras, pretas, com taxinhas e caveiras, o direito estava coberto com a pulseira daquela banda, que ela e o Travis, gostam. Não queria me meter na vida dela, mas aquele primeiro sonho que tive com ela, ainda me perturbava bastante. Apesar de eu ter tido um outro sonho com ela, que foi bem melhor, eu ainda me preocupava, e não sabia o porquê dessa preocupação. Passei levemente as mãos, sobre o pulso esquerdo dela, retirando delicadamente as pulseiras ,e vi as cicatrizes dos cortes. Eram horríveis! Pareciam ter sido cortes muito profundos. Fiz o mesmo no pulso direito, mas nesse, eu me assustei. Os cortes estavam “acesos”, como se tivessem sido feitos a poucos dias. Realmente fiquei assustado. A última vez que eu vi os pulsos da Demi, foi naquela vez que eu fui na casa dela. Mas os cortes estavam em cicatriz. Ela se mexeu, parecia que ia abrir os olhos, então arrumei a pulseira no seu pulso, novamente.
- Demi: O que aconteceu? – Perguntou baixinho, quase em um sussurro.
- Joe: Você desmaiou, e eu te trouxe pra cá. – Falei a encarando.
- Demi: Você? – Perguntou surpresa. Ela encarava o teto.
- Joe: Sim, eu! Porque? – Perguntei.
- Demi: Depois de tudo o que eu falei, você deveria ter me deixado estirada no chão. Isso faria com que eu me sentisse melhor. E além do mais, eu no seu lugar, teria feito isso... – Falou, dando um sorriso sem graça, ela ainda encarava o teto.
- Joe: Mas eu não me sentiria nada bem, se fizesse isso. Não somos iguais. – Falei sério.
- Demi: É...Com certeza não somos iguais. – Falei indiferente. Como se quisesse manter aquela pose de durona. Ela olhou por alguns segundos o pulso direito, o olhar era triste. – Joe? – Me chamou.
- Joe: Fala! – Falei a olhando, agora ela me olhava.
- Demi: É..Bem...Me desculpa, por ter dito aquelas coisas sobre você, aquele dia. Eu não tenho nenhum direito de sair falando da sua vida. Assim como naquele dia você se meteu nas minhas coisas, e eu não gostei, eu também não posso me meter nas suas coisas, na vida. É isso!  Me desculpe, e obrigada! – Falou, me olhando nos olhos. Parecia assustada, triste.
Sinceramente, acho que eu esperava escutar qualquer coisa dela, menos “desculpa” e muito menos um “obrigada”. Fiquei realmente muito surpreso, por ter escutado tudo aquilo, principalmente o pedido de desculpa e o pedido de agradecimento, saindo da boca dela. O mais incrível de tudo, é que ela olhava pra mim, olhava nos meus olhos. Ela sentia medo, estava assustada, bem, pelo menos era isso que parecia, mas não deixou de olhar para mim, em nenhum momento que falava aquilo.
- Joe: Tudo bem. – Falei e dei um sorriso de canto. – Sei que você se irrita fácil. – Falei e ela deu uma risadinha baixa.
Ficamos em silêncio, até que a enfermeira chegou.
- Enfermeira: Demetria Lovato, certo? – Perguntou. Demi apenas concordou com a cabeça. – Bem, você anda fraca, seus sinais vitais estão bem baixos. Você anda se alimentando direito, Demetria? – Perguntou.
- Demi: Não muito. – Falou, encarnado a enfermeira.
- Enfermeira: Então é melhor que você comece a comer, porque se não vai ficar anêmica! – Falou séria. – Falta 15 minutos pro recreio, que tal você e o seu amigo já irem para cantina?! Assim, você já pode aproveitar e comer.
- Demi: Tá bom, tudo bem. – Falou emburrada.
#JoeOf
#DemiOn
Quando Joe e eu, saímos da enfermaria, eu comecei a caminhar até a sala, que era o caminho aposto da cantina. Senti uma mão forte, envolver meu braço, olhei pra mão e depois para o dono dela, era Joe. Mas afinal o que ele queria? Ok! Ele fez muito por mim, e eu realmente estou agradecida, já pedi desculpas e tudo mais, mas o que ele queria?
- Demi: Que foi? – Perguntei sem entender.
- Joe: Você tem que comer, esqueceu? – Perguntou óbvio.
- Demi: Joe, você não precisa mais fingir que se importa comigo. Sério mesmo! Estou realmente agradecida, por você ter me ajudado. Mas agora eu vou voltar para a sala. Nós não vamos virar amigos, nós somos muito diferentes, para isso. – Falei o olhando. A feição dele continuava a mesma, autoritário. Não ficou surpreso, nem triste e muito menos irritado.
- Joe: Não estou fingindo que me importo com você. Eu realmente me importo! Tenho essa péssima mania de, me importar com pessoas que, não merecem, e isso acaba fodendo comigo. Mas se eu não te levar pra cantina e fazer você comer algo, vou ficar pensando que você pode desmaiar em qualquer momento, em qualquer lugar. Não me interessa se nunca seremos amigos, isso pouco me importa agora, só quero que você vá até a cantina,junta a mim e coma algo. Antes que passe mal de novo. – Falou sério e autoritário.
Antes que eu falasse algo, ele me puxou pelo braço ,fazendo que eu virasse em direção a cantina. Caminhamos até lá, quando chegamos lá, havia poucos alunos, sentamos em uma mesa mais afasta.
- Demi: E então... – Tentei puxar assunto.
- Joe: O que você vai querer comer? – Perguntou, olhando para lanchonete, que ficava dentro da cantina.
- Demi: Não sei! O que essa escola vende? Ainda não comi nada daqui. – Falei, olhando ao redor. - Cacete! – Reclamei, sentindo que meus bolsos estavam vazios. Esqueci meus cigarros na sala. Merda!
- Joe: Que foi? – Perguntou, olhando pra mim,sem entender.
- Demi: Esqueci meus cigarros na sala. – Falei e ele deu uma risada baixinha.
- Joe: Você deveria parar de fumar. Não é uma coisa boa, e os garotos não apreciam isso. – Falou divertido.
- Demi: Eu sei! Minha mãe viva dizendo isso ao meu irmão. – Falei e ri sem graça. – Ótimo! Agora que eu vou fumar mesmo! Não quero que nenhum garoto me aprecie.
- Joe: Você tem irmão? – Perguntou curioso.
- Demi: Sim! Era o garoto, que estava nas fotos do meu quarto. – Falei e dei um sorriso de canto.
- Joe: Nossa! Nunca iria imaginar que vocês são irmãos...Mas se bem que, olhando você melhor e lembrando daquelas fotos. Vocês são parecidos sim!
- Demi: Alex e eu não temos nada a ver! Somos completamente diferentes, isso eu posso afirmar! – Falei, desviando o olhar. – Estou com fome! O que você me segure para comer? – Perguntei, tentando mudar de assunto.
- Joe: Que tal, eu fazer uma surpresa?! Aposto que consigo te agradar. – Falou divertido.
- Demi: Duvido muito, mas tudo bem... – Falei, entregando o dinheiro a ele.
Realmente Joe não era tão ruim como eu pensava. Talvez Travis tivesse razão, talvez eu só estivesse implicando demais com o Joe. Afinal, assim como eu sou toda grossa, ele pode ser todo mulherengo, certo? Cada um tem seu jeito, não posso mudar o jeito das pessoas só porque não gosto delas. Ele estava sendo muito legal comigo, estávamos falando como pessoas civilizadas, quem nos visse, diria que somos amigos, mas não. A realidade é a outra. Por alguns segundos esqueci completamente o porquê de odiar Joe. Mesmo sendo um popular babaca e desejado pelas garotas, ele era legal com todos...Até mesmo comigo. É incrível, como a vida é irônica. Enquanto estava perdida em meus pensamentos, percebi que já estava sozinha na mesa e Joe estava na lanchonete, ele não demoraria muito a chegar, pois era o único lá. Ele voltou com 2 sanduíches na mão e um copo de suco. Se sentou onde estava antes – que era de frente para mim. – e me entregou um sanduiche.
- Demi: Do que é? – Perguntei curiosa.
- Joe: Experimenta! – Falou e deu um sorriso de canto.
Tirei o sanduiche do papel plastificado, que o enrolava e dei uma pequena mordida. Comecei a mastigar e de primeira, percebi que sabor era.
---------------X--------------------
Oizinho, aqui está o cap 18, espero que gostem...Será que Demi e Joe, vão começar a se entender? Hahahahahahaha. 6 comentários para o próximo cap!! 

6 comentários:

  1. Aloha uau eles bateram o recorde, ficaram 1 cap inteirinho sem discutir, implicar ou ser grossos um com outro o joe sendo fofo e atencioso com a demi e ela sendo calma e levemente educada, nao sei nao hein...haha ja é uma evoluçao... Ou foram abduzidos por alienigenas e colocaram uma copia robô de joe e demi kkkkkk
    Acredito mais na dos aliens hehe
    q cap perfeito cara, amanha vou comprar um dicionario para procurar uma palavra q seja melhor q perfeito, pq vc sempre se supera.
    Vc vai ver, no proximo cap q tiver eu ja vou aparecer com uma palavra nova q nao mate o portuga... Enfim nao tem como nem dá sugestao pq ta lindo do jeitinho q ta... Vc é demais e sou sua louca louca fã.
    Eu disse q se vc deixasse eu ia escrever um texto enorme, isso q acontece quando se dá corda pra maluco... Bjão e posta logo <3

    ResponderExcluir
  2. Aiiiii lindus perfeitos feitos um p outro ta perfeitoooooooooooooo

    ResponderExcluir
  3. #morri perfeito tenho nem palavras <333

    ResponderExcluir
  4. Sinto cheiro de jemi no ar *---*
    Acho q eles finalmente vao se intender, pelo menos espero q sim .
    Capitulo maravilhoso como sempre.
    Posta logo
    bjobjo da diba

    ResponderExcluir
  5. Jemi coming eu sinto!!! HUAHUAUAHAHUHU ta tudo muuuuito legal, é dificil encontrar fics assim tão bem escritas e fora do convencional, amaaando <3

    ResponderExcluir
  6. Ta perfeitooooo aaaaa
    Joe e Demi são fofos <3
    posta logoo!!
    bjo =3

    ResponderExcluir