"Você encontra milhares de pessoas e nenhuma delas te tocam, e então, você encontra uma pessoa, e a sua vida muda. Para sempre."
(Love & Other Drugs)

PROCURAR CAPÍTULO

sábado, 6 de julho de 2013

Capítulo 62: Medo do que exatamente?



Capítulo Anterior:
Joe se aproximou de mim passando seu braço por meu ombro e dando um beijo na minha testa. Sorri com o gesto. Andamos até nossos amigos, que nos olhavam com uma mistura de felicidade, curiosidade, malicia e diversão. Bem coisa dos nossos amigos mesmo. Provavelmente eles já sabiam do nosso namoro, afinal Joe dissera que havia contado a mãe dele e a Nick.
Demi’s POV




Joe’s POV
           
Demi e eu continuamos encarando nossos amigos, que estavam com uma expressão
totalmente abobada no rosto. Olhei para Demi e ela deu uma leve risadinha. Aproximamo-nos deles e eles continuavam nos olhando da mesma forma. Então, Travis começou a rir, depois Logan e por último Miley e Nick.
- Nick: Então... CASAL! – Falou debochado. Revirei os olhos.
- Miley: Quem diria hein Demetria, falando que não ia com a cara do Joseph, que ele era um babaca e tudo mais... E olha só, você está namorando ele! – Falou debochada.
- Travis: Deu tudo certo ontem? – Perguntou rindo.
- Jemi: Sim! – Respondemos juntos.
- Logan: Tão até respondendo juntos. Mas que bosta, você vai ficar todo embocetado agora né, Joe?! – Falou, fingindo estar indignado.
- Travis: Do vendo que você também precisa uma namorada né. Pra vê se para de dar tanto chilique. bichão! – Falou divertido.
- Logan: Vá pegar suas universitárias, Clark! – Falou rindo e mostrou o dedo do meio.
- Demi: Vocês vão ficar discutindo ou nós vamos entrar? Eu hein. – Falou, revirando os olhos.
- Miley: Demetria, não escape! Você vai ter que me contar tudo o que aconteceu!! – Falou exigente.
- Nick: Mulheres! – Falou rindo.
Depois que os bichas do Travis e Logan, pararam com aquela briguinha idiota, nós entramos na escola. E por sorte, não chegamos atrasados. Caminhamos até nossa sala, entramos e sentamos em nossos lugares.
As duas primeiras aulas eram química e posso dizer que, elas se arrastaram para passar, estava quase morrendo. A terceira aula era artes. Saco! Quem quer aprender sobre comédia antiga? E o que isso tem a ver com artes? O lado bom é que eu e Demi trocamos olhares, e sorrisos a aula inteira. Quando o sinal que dava início ao recreio, finalmente soou, eu levantei as mãos para o céu, agradecendo a Deus por essa benção. Meus amigos ficaram rindo de mim e dizendo que eu estava sendo exagerado, mas foda-se! A única cosia que eu queria agora e estar bem abraçadinho com Demi. O tempo estava frio e ela era quentinha.
Logan tinha toda a razão, eu estava ficando embocetado. Sim, “embocetado”. Foi esse o termo que ele deu para mim, quando na verdade queria dizer que, eu estava apaixonado. Demi e Miley foram ao banheiro, enquanto eu e os caras fomos para o pátio, sentar em alguma mesa. Enquanto andava sentia olhares sobre mim. Será que já estavam sabendo do meu namoro com a Demi? Ah, foda-se! Essa gente dessa escola são tudo uns fofoqueiros.
Sentamos-nos na mesa e ficamos conversando. Antes de nós nos sentarmos a mesa, fomos até a cantina e compramos nossos lanches. Eu e Nick, já aproveitamos e compramos os lanches de Demi e Miley. Depois eu contei a eles o aconteceu na noite passado. É claro que não contei tudo, mas contei o que achava necessário eles saberem.

Demi’s POV
           
    Fui praticamente arrastada até o banheiro por Miley e quase corri o risco
de perder o meu braço – coisa que não é legal. Tive que contar tudo o que aconteceu na noite  passada, a Miley. Enquanto eu contava, ela fazia caras e bocas. Ora ria ora dava risadas maliciosas e me chamava de safada. Depois de terminar de contar tudo o que havia acontecido na noite passada, eu mostrei a minha aliança para ela, antes que ela arrancasse minha mão.
- Miley: O Joe é super fofo mesmo! Ele fez tudo isso para você, que amor! – Falou sorrindo.
- Demi: É! Mas lembrando que tudo isso, foi um planinho para eu desculpar ele. – Falei divertida.
- Miley: E que acabou dando certo né... Você até “deu” pra ele. – Falou divertida. Nós rimos.
- Demi: Você queria que eu reagisse como? Cheguei lá e tava tudo perfeito, Joe falando no meu ouvido, todo sedutor. Como eu resistiria? – Perguntei, em meio de sorrisos.
- Miley: Mas não era para você resistir mesmo. – Falou óbvia. – Ai, fico pensando como seria se eu e Nick estivéssemos namorando... – Falou pensativa.
- Demi: As coisas seriam diferentes, talvez até melhor. Por que vocês não admitem que se gostam e não namoram de uma vez? – Perguntei.
Miley desviou o olhar para a janela do banheiro, como se estivesse buscando uma resposta. Desde que cheguei aqui, nunca entendi muito bem essa história de Nick e de Miley, eles se gostavam, por que não ficavam juntos? Era tão simples! O pior de tudo é que tentavam esconder isso das pessoas e de si mesmos, mas não conseguiam. Eu queria poder ajudar Miley, queria poder entender com clareza essa situação. Apesar dela já ter me explicado isso mais de mil vezes, eu custava a entender. Era uma situação difícil e bem perturbadora, admito.
- Miley: É como eu disse, Demi, nós preferimos assim. Se eu gostaria de namorar o Nick? Sim, eu gostaria! Ele sabe o quanto eu gosto dele, faço questão de dizer isso sempre que estamos juntos. Mas acho que Nick é meio confuso, não sei. Ele diz gostar muito de mim, ás vezes diz até que me ama, mas prefere isso. Eu acho que ele tem medo. – Falou séria, agora me olhando.
- Demi: Medo do que exatamente? – Perguntei.
- Miley: Eu não sei exatamente mas, muitas vezes eu e Nick conversamos sobre os pais dele e ele deixa bem claro que, tem medo de relacionamentos. Tem medo de ficar dependente de uma pessoa e acabar como a sua mãe. Denise não é uma mulher ruim, ela até boa demais, mas sabe, ela ama demais o Paul, eu acredito que ele também ama, mas ele se preocupa mais com o trabalho e isso acaba desestabilizando as coisas entre ele. Sempre quando os pais dele brigam, ele vai lá para casa e nós conversamos sobre isso... É isso, para mim o Nick tem medo de ser dependente de alguém... – Falou desanimada. – Não quero o forçar a nada, afinal, eu mais do que ninguém gosto de estar com ele.
               Depois que finalmente terminamos de conversar, abracei Miley pelo
ombro e saímos do banheiro, caminhamos em direção ao pátio, onde avistamos os meninos sentados em uma mesa, nos juntamos a eles. Sentei-me no meio de Travis e Joe, enquanto Miley sentava-se no meio de Nick e Logan. Joe havia comprado meu lanche, então comi, enquanto conversamos sobre assuntos aleatórios. Ás vezes me pegava pensando no que Miley havia me dito sobre Nick e de alguma forma gostaria ajuda-los. Eu sei que ele realmente gosta de Miley, e sem dúvidas nenhuma Miley é louca por ele. Mas essa história de ter medo de Nick de relacionamentos sérios, por causa dos pais é bastante tensa. Talvez se Nick estivesse realmente com Miley, como namorada, talvez eles estivessem melhores e ele pudesse ver como isso é bom e como isso pode ajudar muito...
-------------X--------------

Espero que vocês gostem desse capítulo. Comentem e digam o que estão achando da fic. Beijos! 6 comentários pro próximo cap!!

8 comentários:

  1. tá perfeito! <3
    to viciada na sua fic, posta maisss

    ResponderExcluir
  2. ta perfeito!!
    to amando esse capitulo,
    posta maaais <3.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ta perfeito mesmo!
      posta mais logo.

      Excluir
  3. Muitoooo bommm esta muito perfeito amei esse cap posta logo bjs

    ResponderExcluir
  4. posta logo ta demorando muito..

    ResponderExcluir