"Você encontra milhares de pessoas e nenhuma delas te tocam, e então, você encontra uma pessoa, e a sua vida muda. Para sempre."
(Love & Other Drugs)

PROCURAR CAPÍTULO

domingo, 19 de maio de 2013

Capítulo 50: Depende do que você está pensando.


Capítulo Anterior:
Ele que fez a merda, se quer limpar, ele que venha.
  Sabe o que eu ou fazer? Vou ir amanhã a casa do Travis, jogar vídeo game, comer besteira e tomar vodka, que é o melhor que eu faço. Se o Joe quer ficar sofrendo por uma vadizinha, ótimo. Mas venha me irrita!



Demi On
                  Acordei, abrindo os olhos vagarosamente e sentindo alguns raios de Sol
batendo meu rosto. Havia dito uma noite muito perturbadora. Não consegui dormi bem, fiquei me remexendo na cama, virando de um lado para o outro, pensando em Joe. Mas de qualquer modo, não iria procura-lo. Eram 11:30, não estava com a menor vontade de levantar. Peguei meu celular na cabeceira e disquei o número de Travis. Provavelmente ele estaria dormindo, ou, acordando com uma bela dor de cabeça, mas foda se! Ninguém mandou encher a cara.
O celular caiu na caixa postal umas duas vezes, mas eu sou uma pessoa que não desisti fácil de incomodar os amigos, liguei mais uma vez. E atendeu!
 - Ligação -
- Travis: Al... Alô? Quem é? –
A voz estava rouca.
- Demi: Sou eu Travis, a Demi. Bebeu bastante né, agora vê se aprende. Não sabe beber, não bebe! – Falei debochada.
- Travis: Ah, oi, Demi! Cala a boca, porque você não pode falar nada de mim. Chatona! – Falou e riu ao telefone.
- Demi: Foi essa chatona aqui, que cuidou de você, então cala a boca você! – Rimos ao telefone.
- Travis: Ah sim, me desculpa e obrigada. E o Joe? – Perguntou.
- Demi: Não sei, brigamos ontem... – Falei indiferente, ou tentando ser...
- Travis: Mas por que? – Perguntou.
- Demi: Vou á sua casa mais tarde e te contou, pode ser? – Perguntei.
- Travis: Vem! Mas trás pipoca! – Pediu. Ri ao telefone.
- Demi: Tudo bem, interesseiro. – Rimos ao telefone.
- Travis: Tchau, anã!
- Demi: Tchau chato!
- Ligação -
             Após ter desligado o celular, me levantei com a maior dificuldade do mundo
e caminhei até o banheiro, onde fiz minha higiene matinal. Fiz um coque malfeito no cabelo e calcei minhas havaianas e sai do meu quarto. Caminhei em passos lentos até a cozinha e me sentei na cadeira junta á bancada de mármore. Não havia ninguém na cozinha, mas tudo indicava que meu pai e Carmem, estiveram ali, pois os mantimentos do café estavam em cima da bancada.  Peguei o copo limpo, que estava em cima da bancada. Coloquei suco até a metade do copo e depois peguei um dois pães passando patê. Comecei a comer.
Meu pai e Carmem entraram na cozinha rindo... Estavam bem animadinhos, pra falar a verdade. Hm, desconfio.
- Carmem: Bom dia, Demi! – Falou sorrindo.
- Patrick: Dormiu bem? – Perguntou. Eles sentaram-se nas cadeiras desocupadas da bancada.
- Demi: Bom dia pra vocês e sim, eu dormi bem. – Falei, dando goles no meu suco.
- Carmem: Como vão as coisas com o Joe? – Perguntou. Esse assunto já pela manhã? Nossa, ninguém merece.
- Demi: Nós brigamos! – Falei seca.
- Patrick: Mas por que? – Perguntou, erguendo as duas sobrancelhas.
- Demi: Porque o Joe é um chifrudo traumatizado. Enfim, vou voltar para o meu quarto. – Falei seca e levantando-me. – E mais tarde vou á casa do Travis. – Falei, já saindo da cozinha.
Subi as escadas e caminhei em direção ao meu quarto. Entrei em meu quarto e procurei meu celular, achei-o e comecei a trocar sms com Miley, contando a ela, tudo o que havia acontecido ontem.
Demi Of
Joe On
               Acordei, sentindo meus olhos pesados e minha cabeça latejando.
Não estava entendo o motivo de me sentir tão mal, não havia bebido tanto. Não como Travis,  pelo menos. Travis... Demi... Travis e Demi. Oh, não! Noite passada. Foi tudo uma merda. Levantei-me com muita dificuldade, meu corpo estava dolorido, parecia que havia levado uma bela surra. Talvez sim, mas não surra física, surra verbal. E mais uma vez aquela frase invadiu minha mente “Eu não sou a Blanda!” Balancei a cabeça, como se quisesse esquecer, apesar de saber que seria bem difícil. Caminhei até meu closet, onde peguei minha toalha, cueca e uma bermuda de moletom. Entrei no banheiro, tirei minhas roupas e liguei o chuveiro, entrando embaixo do mesmo. Enquanto tomava banho, pensava no que havia acontecido noite passada. Demi com ciúmes. Beijo de reconciliação. Travis bêbado e falando certas coisas. Eu sendo um babaca com Demi. Nós brigando... Tudo isso passava na minha mente com um flashback.
Saí do banho com os cabelos um tanto molhado e sem blusa, sai do meu quarto e fechei a porta. Desci a escada e caminhei até a cozinha, entrei na cozinha encontrando Nick e meus pais, sentados. Sentei-me junto a eles.
- Denise: Bom dia, filho! – Falou sorrindo.
- Joe: Bom dia, mãe. – Falei desanimado.
- Paul: Bebeu tanto que ficou desanimado, Joseph? – Perguntou cínico. Não mereço isso.
- Joe: Não! – Falei seco.
- Nick: Aconteceu alguma coisa, cara? – Perguntou preocupado.
- Joe: Eu e a Demi nos desentendemos. – Falei, colocando café na xícara que segurava.
- Denise: Ah, filho, fica tranquilo. Daqui a pouco vocês se entendem. – Falou confiante. Queria acreditar nisso. Dei de ombros.
Sábado era dia que a família toda acordava tarde, até meu pai. Então, nós tomávamos café tarde e almoçávamos tarde, ás vezes nem almoçávamos, foi o caso de hoje. Comemos apenas alguns sanduiches. Eu gostava disso. Rotina é algo chato, que deprime qualquer pessoa, e  “cair na rotina”, não era um problema que, a minha família possuía. Dou graças a Deus por isso. Depois de comer, conversei com Nick. Ele havia me contado que, Demi tinha conversado com Miley, Miley contou a ele. Isso parece um telefone sem fio. Pelo o que ele me contou, Miley não contou como Demi estava, se estava bem ou não. Talvez por medo, de ele me dizer. Tentei não dar muita importância...
            Nick e eu nos arrumamos e fomos para casa de Logan, hoje era dia de jogo de sinuca.
Os caras do futebol – e Travis – iam lá e nós íamos jogar. Vesti uma calça jeans preta, uma blusa azul-marinha de mangas curtas com gola V, calcei meu vans cinza e desarrumei um pouco o cabelo. Nick vestiu uma jeans clara, camisa xadrez com os botões fechados e um vans vermelho. Peguei a chave do meu carro. Entramos no carro e eu dirigi até a casa de Logan.
                No caminho até a casa de Logan, eu e Nick fomos conversando sobre o tal
assunto “Demi e Travis”. Ele disse que eu fui precipitado, por ter brigado com Demi, sem ao menos saber a verdade, também disse que eu fui muito burro por ouvir um bêbado. Ainda mais que esse bêbado era Travis. Nós sabíamos que quando Travis ficava bêbado, ele falava qualquer coisa, qualquer besteira, então, eu não deveria dar ouvidos a ele.
              Chegamos a casa de Logan e estacionei o carro na frente, saímos do carro
e em seguida o tranquei com o alarme. Bati na porta e logo a mesma foi aberta por Carter.
- Carter: Eaí bichas, estávamos esperando vocês. – Falou, nos dando espaço para entrar.
- Nick: Você tá ficando cada vez mais engraçado, hein Carter. – Falou cínico.
- Carter: Aprendendo com seu irmão, meu caro Nicholas. – Falou e nós rimos.
- Joe: Cadê o resto das bichas? – Perguntei.
- Carter: Estão lá dentro. Vamos lá!
Caminhamos até a sala de jogo, chegamos lá e encontramos Logan, Steve, George, Luccas, Pedro, Chris, Greg, Johnny, Mark, Will e Tyler. Só faltava Travis.
Eles já estavam jogando e bebendo. Havia um frigobar ali, onde só tinha cerveja.
- Joe: O Travis não vem? – Perguntei, já desconfiado.
- Logan: Ele falou que hoje não vinha. – Falou, dando de ombros.
- Joe: Você sabe o motivo? – Perguntei.
- Logan: Ele não falou nada.
- Joe: Eu vou lá! – Falei, tentando sair da sala, mas meu braço foi puxado por Nick.
- Nick: Você não vai fazer o que eu estou pensando não é? – Perguntou incrédulo.
- Joe: Depende do que você está pensando. – Falei seco. – Galera, já volto! – Falei e sai.
Caminhei até a porta de saída e depois fui até meu carro, onde entrei pelo mesmo. Coloquei a chave na ignição e logo dei parte. Dirigi com uma velocidade bem exagerada, queria chegar logo á casa de Travis e não ver o que estava pensando.
                Estacionei o carro na frente da casa de Travis, encostei minha cabeça
no banco, fechei meus olhos e ao mesmo tempo apertei-os. Abri lentamente meus olhos e vi que a bicicleta dela estava ali na frente. Ela estava ali. Mas o que os dois estariam fazendo? Saí do carro e o tranquei com o alarme. Atravessei a rua, passei pelo portão e caminhei até a porta. A bicicleta dela estava encostada no muro. A porta foi aberta pela avó de Travis.
- Loise: Olá, Joseph. – Falou sorrindo. – Entre! – Falou, dando-me espaço para entrar.
- Joe: Oi, Loise. – Falei e sorri falsamente. – Travis está? – Perguntei, mesmo sabendo a resposta.
- Loise: Sim, ele está em cima com aquela garota. Pode subir. – Falou simples. Concordei com a cabeça.
Caminhei em direção á escada e subi pela mesma. Já nos corredores, era possível escutar a alta gargalhada de Demi. Fiquei mais ou menos 10 minutos, parado na frente da porta do quarto de Travis. Estava tentando tomar coragem para abri-la. Coloquei a mão na maçaneta e a girei, em seguida empurrei a porta e pude ver os dois. Estavam deitados, na cama dele, ela vestia um shorts curtíssimo e uma blusa preta de mangas cumpridas, calçava apenas as meias e o cabelo estava em um coque. Enquanto ele, vestia apenas uma bermuda preta. Que palhaçada era essa?
-----------x------------
Cap 50 postado!!! Espero que vocês gostem, porque eu to amando os caps de briga ueheuheueh treta treta. Beijos!! 6 comentários p próximo cap

8 comentários:

  1. eu tb estou amando esses cap... ahhh e nao acredito q o joe vai cintinuar dando uma de idiota, qndo eu digo q esse cara tem a doença do corno ninguem acredita...eu se fosse a demi dava uma canseira nele, faria ele pensar besteira só pra tortura-lo ainda mais...
    ta simplesmente perfeito... chego a ficar feliz qndo vejo q vc postou
    uhull olha a moral q vc tem haha
    o joe qndo se olha no espelho acho q ele tem uma visao de chifres imaginarios pqp ow carinha inseguro...
    ta incrivel, nao mudaria nada...estou ansiosa para a proxima e nao me torture demorando para postar por favooooooor.
    bjooos ahhh e ja ia esquecendo boa noite!!! :)

    ResponderExcluir
  2. pqp o que ele vai faze????/// posta logo o proximo, to quase tendo um negocio, de tão curiosa que to

    ResponderExcluir
  3. putttttttttz! Demi vai ficar puta com joe lá, pq aposto que ele vai causar hahaha posta logo

    ResponderExcluir
  4. cmo disse a Demi JOE LARGAS DE CHIFRUDO TRAUMATIZADO VEY

    ResponderExcluir
  5. poxa Joe serio msmo cara para cm isso

    ResponderExcluir
  6. Chifrudo traumatizado.... KkkkMorraaaakkkkkk essa foi otima.
    Tô amandoooo a bois do joe. Morraaaa
    de ciúmes Kkkkk

    Postaaa mais pleaseee

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo cel é uma bosta.
      Eu quis dizer noia do joe

      Excluir
  7. hoyy
    pout'Z eu ri com o "chifrudo traumatizado"
    ai joe me poupe viu não importa o short ser currto,importa ela estar vestida kk
    postaa o/
    Beeijos!
    >.<"

    ResponderExcluir